CAJUDA DE REGRESSO AO FUTEBOL CHINÊS

Captura de ecrã 2014-06-18, às 20.00.38

Treinador  assinou um contrato válido até Dezembro deste ano, com opção por mais uma época
Manuel Cajuda vai ser treinador do Tianjin Songjiang, clube da II Divisão da China. O contrato que  é válido até ao final da temporada, em Dezembro, e prevê ainda uma opção de prolongamento por mais um ano.

“Este convite apareceu naturalmente e é interessante porque estivemos na China no ano passado [Chongqing] e as pessoas gostaram da maneira como trabalhámos e como nos comportámos”, revelou Manuel Cajuda a O JOGO online.

“Este clube é um clube jovem, com oito anos, com potencialidades enormes e provavelmente 80 por cento dos clubes portugueses da I Divisão não têm estas condições. Estou de facto encantado com as condições fantásticas do clube e esperançado em triunfar neste novo desafio. Tem um estádio de sonho e todas as condições para trabalhar bem”, acrescentou o treinador que pelas quarta vez na sua carreira vai orientar uma equipa estrangeira.

A 16 jornadas de terminar o campeonato da II Divisão, o Tianjin Songjiang, um clube que pertence a um grande grupo de empresas chinesas, ainda tem aspirações a subir à Superliga. “O objetivo desta época era ascender à superliga, mas as coisas não correram bem até agora, por isso é que mudaram de treinador, mas ainda tem aspirações de ascender à Superliga”, referiu, adiantando que, para já, o filho Hugo Cajuda e Rui Nascimento, habitual adjunto, não vão fazer parte da sua equipa técnica.

“A equipa técnica já estava feita, vou trabalhar com colegas que conheci agora: um tunisino e dois colegas chineses. O Conselho Superior do clube entendeu que deveria manter os treinadores da equipa técnica anterior. Tenho muita pena de não trazer os meus adjuntos, o Rui Nascimento e o meu filho Hugo, mas ficou a promessa que se tudo correr bem ter autonomia total para escolher os adjuntos”, completou.

Comments are closed.