MOTIVAÇÃO , um impulso que nos leva à acção.

MOTIVAÇÃO , um impulso que nos leva à acção.

Tentemos então apresentar o “principal” conceito de motivação.

Motivação é o impulso que nos leva à acção; a palavra sugere exatamente isso: motivo + ação, a força (motivo) que nos leva a agir; a palavra vem do latim “moveres”, mover. Está diretamente ligada aos nossos desejos, necessidades e vontades. Há uma enorme controvérsia dentro da psicologia sobre como funcionam os mecanismos da motivação; e isso por uma razão muito simples: a motivação é uma das chaves para a compreensão dos comportamentos humanos; age sobre o pensamento, a atenção, a emoção e a ação. Envolve anseios, desejos, esforço, sonho e esperanças.

Motivação (em desportos colectivos) deve também ser vista como uma das “habilidades psicológicas” necessárias para se tornarem os atletas , cada vez mais eficazes. É uma questão fundamental em qualquer actividade humana, em qualquer local de trabalho, seja acadêmico ou desportivo. O desempenho e bons resultados têm muito a ver com os níveis de motivação de cada um.

No desporto , os atletas devem querer aprender , antes que possam melhorar. Aos treinadores , compete projectar sessões de treino para que os atletas estejam sempre interessados no que fazem e sintam o êxito e sucesso de uma forma continuada. As sessões devem duras e com rigor , mas variadas e alegres. Não existe nada mais demolidor , do que fazer sempre a mesma coisa , dia após dia. E por falar em alegre convêm recordar : “treinar a brincar , não é o mesmo que brincar com o treino.”

Existem várias causas que podem afectar (de forma positiva ou negativa) a motivação de um atleta, como por exemplo:

Em determinadas situações de treino e/ou competição, os atletas mostram por vezes uma diminuição da motivação e da vontade de se esforçarem. Por exemplo: fases de treino intenso, treinos monótonos (pré-temporada), jogos insignificantes, ou depois de repetidos fracassos.
Pode haver por vezes , também , uma sobremotivacão por um desejo exagerado de rendimento , euforia e ambição de vitória.
Alguns atletas são fixam-se em apenas um objectivo, particularmente em matéria do seu desempenho pessoal, pelo que outros não são desenvolvidos ou desempenham um papel muito menos importante.
Motivação negativa pode ser expresso entre outras formas como o medo do sucesso ou do fracasso, o medo de falhar, o medo de certos jogos ou competições , dos adversários (individuais ou colectivos) , e até o medo de lesões.
Expectativas e estabelecimento de metas irreais. Este problema pode ser observado quando as pessoas em torno do atleta , depositam nele expectativas exageradas , que não podem ser cumpridas por ele. O problema também ocorre quando os atletas esperam muito de si mesmos, e definem metas muito altas. Em ambos os casos podem caminhar em direcção ao fracasso.
Alguns atletas dependem de factores de motivação externos. Estes atletas precisam de um reforço permanente de atenção e reconhecimento por parte de outras pessoas , para manterem a sua motivação no treino e na competição. Estes Atletas motivados a partir do exterior, nunca estão em posição de motivar-se a si próprios quando surgem problemas, ou de manterem a sua motivação por um longo tempo.
“As pessoas dizem que a motivação não dura sempre . Nem o banho , e ele é recomendado todos os dias.”

Leave a Reply