TÁCTICA

TÁCTICA
Comentários fechados em TÁCTICA

 

 

“Ainda existe quem adore confundir modelo de jogo com processos de jogo ou esquemas tácticos”

 

Como em todos os desportos colectivos, no futebol também as relações entre os jogadores (os de uma equipa e os que se lhe opõem) assim como todos os outros elementos ( terreno de jogo , bola , jogadores , etc) vão mudando em cada segundo , conforme decorre o jogo. Desta forma a componente TÁCTICA ganha uma importância infinita (nos desportos colectivos), dado que se pretendemos que o jogo seja realmente efectivo , é fundamental a eleição (escolha) de uma ideia mais correcta (entre as que tivermos mais disponiveis) e depois das diversas analises em determinadas situações ou momentos .

     A TÁCTICA consiste na eleição (escolha) da melhor forma para desempenhar um conjunto de movimentações individuais e colecivas para todas as situações do jogo contra um adversário directo (momento). Para qualquer situação do jogo , antes , devemos tentar prever o que poderá acontecer (após estudo do adversário) , e decidir entra as possibilidades que julgamos as mais adequadas. Durante o jogo devemos verificar o que acontece em cada momentos e fazer analises sucessivas. Disso dependerá a eficácia ou o desempenho do jogo, que reside em estar preparado para escolher a resposta mais adequada a cada dificuldade que enfrentamos. Essas respostas e atitudes serão sempre sustentadas nas variáveis ​​do treino táctico e serão sempre diferentes se os jogadores (equipa) estiverem a atacar ou a defender.

     O treino TÁCTICO deverá ter sempre incluido a “amizade” dos jogadores com o “modelo de jogo idealizado” , os sistemas , os métodos e as técnicas que a equipa tentará utilizer para tentar cumprir com os seus objectivos ofensivos e defensivos .

     Saber como e quando atacar ou defender num momento especifico do jogo requer uma grande inteligência táctica , que muitas vezes é condicionada (ou não) pela criatividade e visão individual dos jogadores. A assimilação dos conceitos tácticos segue os mesmos princípios que a aquisição das competências. Dependerá sempre de múltiplas repetições tendo como base em um “modelo de jogo idelalizado”.

     Entretanto será sempre bom recordar, que sem habilidades técnicas acima da média (TÉCNICA) e sem um treino físico específico e forte (TREINO FISICO) o sucesso de qualquer plano TÁCTICO será impossível de concretizar. Para o conseguirmos temos que ser PSICOLÓGICAMENTE PERFEITOS.

Comments are closed.