Uma forma simples de olhar….

Uma forma simples de olhar….
Comentários fechados em Uma forma simples de olhar….

     Voltei no dia dezanove de Dezembro (19-12) a Portugal. Para trás ficou passagem enriquecedora por uma das melhores Universidades da Vida , Tailândia. Confesso que vinha , com uma vontade “Budista” (culto do optimismo) de olhar para o Futebol Português , tentar entende-lo , e conseguir formar uma opinião (a minha) sobre o seu verdadeiro estado. Assisti a cinco jogos ( quatro na caixinha que modificou e agora parece querer destruir o mundo) e um ao “vivo”

     -Pude verificar com alegria e felicidade , um aumento da Intensidade Competitiva . È bom verificar , que um conjunto significativo de jogadores , em vários clubes , deixou para trás uma maldita apatia , que destrui-a em todos os momentos , a ideia de fazer mais e melhor . Melhor portanto em termo de Intensidade Competitiva.

      -Muito mais complexo (tal como o futebol o é) é falar sobre se existe evolução no aspecto táctico . Dúvidas não tenho , que o rigor táctico é “excessivamente” maior. Em 90% dos casos , parecem-me os jogadores , estarem injustamente “formatados”. Sempre muito empenhados nos modernamente designados “Blocos baixos , médios ou altos” e sem liberdade para cumprirem os “princípios gerais do jogo” por terem dificuldades em cumprir os “específicos”, principalmente nas quase nulas fases ofensivas . È diferente uma transição ofensiva só da bola (o antigo pontapé para a frente) , de uma transição sistémica (transicão de sistemas) acompanhando a posse de bola no sentido do golo.

     -Uma diminuição assustadora , da criatividade técnica (diferente de capacidade) e muito especialmente da criatividade nas movimentações. O “excessivo rigor” tacticamente falando e a falta de inter-acção de posicionamentos em nada ajudam o tal padrão (modelo) de jogo , que tem por missão , ofertar mais aos sistemas previamente escolhidos , a beleza , a magia , que é a verdadeira arte de jogar bem . E se a jogar bem , é bem verdade que não ganha sempre , não é menos verdade que se ganha muito mais vezes.

     È verdade que agora , parece ser muito mais importante esgrimir quem fez o melhor contrato televisivo , Mas seria de todo verdadeiramente interessante também , proteger e melhorar o produto tão valioso que continuamos a ter  para vender.

      Vale o que vale (é só a minha opinião ) ,  ou uma forma simples de olhar….

Comments are closed.