Visto do outro lado!!! (China)

Visto do outro lado!!! (China)
Comentários fechados em Visto do outro lado!!! (China)

Captura de ecrã 2014-06-18, às 20.00.38

      Completei o meu 1ºmês desta segunda estadia na China. Fiquem tranquilos eu não pretendo fazer o discurso “do coitadinho” , fazendo como que um testamento sobre os vários “choradinhos” de cada tipo de saudades.

Na verdade a não ser a Familia e alguns amigos que razões terei eu para sentir grandes saudades. Nos dois ultimos anos em que trabalhei em Portugal , os clubes a quem dei o meu melhor não me pagaram. Motivo para ter saudades?

Vejo agora , nos jornais , que provavelmente a Liga que organiza os campeonatos profissionais talvez nem dinheiro tenha, para começar os mesmos . Motivo para ter saudades?

O desemprego não baixa , os salarios continuam a diminuir, e com um pouquinho de esforço consigo ter saudade dos impostos (mas dos antigos) já os actuais nem vale a pena falar porque em breve vão deixar de existir (adivinham-se mais aumentos). Dos comentários e comentadores do ultimo Mundial ,também o tempo ainda não permitiu fazer saudades e penso que felizmente nunca o irá permitir .

Também não quero que acreditem que vos vou falar de maravilhas da minha vida na China. De qualquer forma agradeço , pelo tempo que ocupo para tentar descobrir e entender (aprender) a cultura Chinesa e os seus costumes. Assim o tempo é vivido de outra forma e não se perde a tentar entender tanta “Jumentice comtêmporanea de criatividade portuguesa”.

Completamos 21 treinos nos quais estão incluidos 2 jogos particulares . Estou grato a todos pela extraordinária vontade de quererem colaborar comigo. Fizemos como disse 2 jogos particulares de preparação. Eu sei que é muito melhor preparar a ganhar do que a perder, mas diz-me a “experiência, que experiências não se repetem”. O melhor é pensar mesmo em fazer ainda melhor. 4-0 e 3-0 podem ser nesta altura areia demais para o carro que conduzo. Faremos amanha o primeiro jogo oficial para a Taça da China. Prova onde o clube não tinha o minimo de ambições , mas que em poucos dias consegui modificar . O adversário é um dos melhores clubes Chineses da Super-Liga. De derrota antecipadamente aceite , passamos ao estado de pensar em ganhar sem qualquer tipo de arrogância. Afinal os jogos (todos) são ou não para tentar ganhar?

Captura de ecrã 2014-07-14, às 下午8.22.16

Claro que mesmo que vos queira escrever que tudo podem ser rosas na vida é bom sempre saber que as mesma têm espinhos.

Também senti dificuldades e também estou feliz por isso, porque a cada uma que aparece eu dou sómente uma solução positiva.

As dificuldades de habitar neste País continuam a deixar-me entusiasmado , porque ao vencê-las , cultivo a alegria de vencer , ainda por cima quando tudo é estranho, dificil e acima de tudo penoso para quem vem habituado a uma cultura e costumes diferentes em todos os sentidos.

Trabalhar sem o meu melhor amigo e extraordinário colega treinador (Rui Nascimento) não é fácil. Em quase todos os meus sucessos a sua marca estará sempre visivel , mas a realidade agora teve de ser outra. Claro , que também temos os problemas da alimentação , ainda por cima num País onde tudo que tenha quatro patas e não seja mesa é considerado comida. Depois de entender que segundo  antigos costumes Chineses , um “velho homem” ainda pode casar mesmo depois da morte ,maior foi a minha decisão de ser cada vez melhor , mais forte , e muito mais determinado em aprender. Afinal a vida torna-se extraordinária quando conseguimos observar os seus pequenos detalhes e também cada gesto , cada momento e cada sentimento. E por querer continuar a aprender é muito bom saber o que quero aprender.Ter conhecimento é ser capaz de pegar uma informação em qualquer lugar , conseguir transporta-la e ser capaz de a pôr em prática. Conhecimento não é só um acumular de informação, mas sim competência para a acção. Chega de colecionadores de diplomas.

Obrigado Portugal , gostava de ter mais saudades!

Nota: entender Chineses é muito mais fácil que tentar entender o nosso Governo , que não nos entende a nós , mas entende bem os Alemães.

Comments are closed.