Futebol

Parabéns Sergio Conceição – O treino voltou à Praia

Parabéns Sergio Conceição ( Evoluir é também aperfeiçoar o passado). O treino voltou à Praia.

Sempre fui Fã dos treinos na Praia. Permitam-me explicar melhor. Sempre entendi que por vezes, treinar na praia por prioridades que a competição aconselha, é acima de tudo, um saber “beber o sumo” de cada metodologia que se pretende aplicar. Isso custou-me ainda à bem pouco tempo, que “metodólogos da adjetivação moderna” me brindassem com os cognomes de:

“Ultrapassado”(sujeito que parou no tempo),

“Antiquado” (que estava fora de moda)

“Dasactualizado” (que não acompanha o que se passa em determinada área ou momento).

Quatro anos atrás eu continuava a treinar na praia. Equipa Chinesa no Dubai. Estava ultrapassado.

Confesso que sem ser motivador, acabava por ficar feliz e tudo por uma simples razão: eu sabia o que estava a fazer (ou a treinar) e eles não. E como é bom sermos bons naquilo que os outros nunca imaginam que o possamos ser.

 

Neste inicio de época 2021/22 vejo que um dos melhores de Portugal , SÉRGIO CONCEIÇÂO foi com o seu plantel, treinar na praia. PARABÉNS SÉRGIO CONCEIÇÂO E TODA A EQUIPA TÉCNICA. Não sei o que foram treinar mas tenho a certeza que o fizeram em função de algo que consideraram importante para o seu trabalho ou não o teriam feito.

Pena que toda a gente continue a pensar que um treino na praia é apenas um treino físico, quando nunca deixando de o ser também é apenas muito mais do que isso.

Dito isto, vamos ao “porquê” dos Parabéns à Equipa Técnica do F.C.do Porto e especialmente ao seu Líder (e nem sou seu Amigo).

É sabido que o futebol de alto nível implica um desgaste enorme para os jogadores. Na temporada passada, o F.C. do Porto disputou mais de 50 partidas oficiais, com jogos, muitas vezes de 3/4 dias de intervalo. Além disso, devem ser somados os jogos particulares e os que os atletas mais destacados jogam com a seleção dos seus países. A soma aproxima-se facilmente dos 60/70 jogos por temporada. O número de treinos durante a temporada também é também considerável: podem ter sido realizadas mais de 200 sessões de preparação. Treina-se e compete-se muito. E aqui estamos com facilidade próximo de um risco alto de lesão e de fadiga física ao jogar e treinar demasiado.

Mas há outro aspecto a ser muito levado em conta. A importância dos jogos faz com que cada jogo seja uma Final. E o Stress para os jogadores vai-se multiplicando. Vamos agora juntar-lhe um facto não menos importante. O último ano competitivo foi disputado em plena pandemia , com o maldito vírus a mudar a nossa forma de viver e até as nossas férias e logicamente dos atletas também.

E sem querermos, poderemos estar perante um risco muito alto de fadiga mental. A fadiga mental que poderá ser definida como um estado psicobiológico causado por conviver com prolongados períodos com uma atividade cognitiva muito exigente e que por vezes provoca:

  • desvinculação do grupo e dos objetivos
  • diminuição da motivação e do entusiasmo
  • dificuldades para expressar as emoções e retraimento
  • perda da disciplina
  • menor atenção aos detalhes e mudanças na concentração

As causas deste estado (fadiga mental) são muitos e nem as vou mencionar, mas existe um dado muito relevante sobre a fadiga mental. É que ela não se desenvolve só de maneira aguda, mas também se acumula progressivamente no atleta e costuma aparecer quando menos se deseja.

Não sei se foi isto que SÉRGIO CONCEIÇÃO e a sua equipa técnica pretendeu ao voltar aos treinos na praia mas pelo menos dou-lhe parabéns por seguramente estar a aperfeiçoar o que se fazia “antigamente”.

Junto-lhe agora mais algumas vantagens do treinar de vez em quando na praia:

  1. Correr na areia melhora o equilíbrio e coordenação

2. Prepara-te para qualquer superfície

3. A areia desafia o teu corpo de mil e uma maneiras

4. É ótimo para as tuas pernas

5. Acorda o teu cérebro

Sobre os quatro primeiros deixo à imaginação de cada um a luta entre a Teoria e Prática, mas sobre o quinto deixo esta pequena nota:

(Ao pedires ao cérebro que reaja de forma diferente enquanto treinas, ele vai estar sempre alerta, estimulando o teu corpo a tornar-se mais forte e adaptável. Correr em superfícies diferentes vai tornar-te mais forte e mais resiliente.)

 Permitam-me terminar assim,

O Treino é um fenómeno de superação comportamental, que está presente em todas as transformações humanas e….

O Homem (um humano) é um ser em movimento para a transcendência.(Manuel Sérgio)

Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.